Inspiração a la française

Ando buscando umas inspirações pra looks e não pude deixar de dar uma olhada no que Isabel Mrant anda fazendo por aí, e nem preciso dizer que ameeeeei, tudo bem que eu estava buscando looks mais de verão já que o Carnaval se aproxima e eu terei que ficar uns bons dias em Salvador, mas quando vi esses looks não pude deixar de me apaixonar e quem sabe até dar uma nova configurada para os looks que preciso montar, bem ao estilo cool e despretesioso.

Gostei e vou apostar!!!!  Inspire-se também, em fotos e vídeo.

Anúncios

Bogotá descolado

E por fim, tivemos umas horas em Bogotá e nos indicaram um restaurante bem descolado que se chama Andrés DC, fica na Calle 82, uma rua que tem shoppings e lojas, nada demais, se o restaurante não fosse algo bem inusitado, dividido em alguns andares, é possível escolher comer no céu, no inferno, no purgatório. Existem alguns personagens que aparecem pelos ambientes fazendo mini atuações que às vezes são divertidas e às vezes dão uma cert veronha, mas vale, os garçons são super gatos e a comida bem boa, peça o pãozinho de entrada que é incrível!!!!  

http://www.andrescarnederes.com/

Pulseiras Decenárias

Na Colômbia, usar pulseirinhas decenárias, ou chamadas de Rosários (terço), ditam moda, feitas em diversos modelos e cores, são combinadas com várias outras pulseiras e dão um charme todo especial ao look, se você como eu adora adornos nos pulsos, não vai saber que cor escolher, e na volta vai achar que poderia ter comprado mais cores, mas existe uma saída, quanto mais misturadas com outros esilos mais divertido fica look!!!! Arrisque e arrase!!!

O laranjinha que não pode faltar

E o que não faltava na necessaire de praia de quem estava pela Colômbia era alguma produto Lâncaster, todas as mulheres de chiques a descoladas tinham um protetor ou bronzeador com em balagem laranjinha.

As descolas, que tinham um bronze maravilhoso, sempre sacavam este pote da bolsa de praia. Fica a dica.

Moda com olhar colombiano

Ando mesmo com os olhos voltados para a Colombia, e descobri que Nina Garcia, nasceu lá, a Diretora de Moda da Marie Claire americana e jurada do programa Project Runaway, lançou O Livro Negro do Estilo, que mostra em forma de lindas ilustrações, como se vestir bem, combinar cores e texturas. Um ótimo guia pra dar aquele up no guarda-roupa, seja na hora de comprar ou de dar aquela revisitada nas peças que lá estão e se arriscar em novas combinações.

Confirmado: Emmanuelle Alt

A notícia de hoje é apenas uma confirmação que o mundo da moda esperava. Substituir Carine Roitfeld não é para qualquer uma e isso, decididamente, Emmanuelle Alt não é. A estilosa editora, que aposta todas as fichas no preto, e já era queridinha de Carine é a partir de agora a nova Editora-Chefe da VOGUE francesa.

 

Cartagena de Índias

 

Se você nunca imaginou que a Colômbia pudesse ser bem mais do que o país do Cartel de Medelin, reveja seus conceitos. A Colômbia está situada bem ao norte da América do Sul e grande parte do seu litoral está no mar do Caribe, é ali em cima que fica a cidade de Cartagena de Índias. De colonização espanhola, a cidade que era ponto estratégico da Espanha, teve que construir muralhas em torno da cidade para se proteger dos piratas. Se você, como eu, acha histórias de pirata glamurosas, esqueça, eles não passam de bandidos, como do Complexo do Alemão, só que do mar.

E é justamente a muralha que restou que dá um charme todo especial a cidade chamada de Walled City, é lá dentro que tudo acontece, hoteis boutique, praças, bistrôs deliciosos, igrejas, lojinhas de esmeraldas e de artesanatos típicos da Colômbia. 

Fora dos muros existe o bairro moderno chamado de Boca Grande que mais parece Miami, vale uma passada de carro, entre um lugar e outro, não considere como um passeio pois existem coisas bem mais interessantes para se fazer por lá.

O Castillo San Fillipo também foi palco de batalhas e servia para proteger a cidade dos ataques, no subsolos, as galerias chegam até o mar….se tiver uma lanterna e não for clausrofóbico vá, no meu caso faltou a luz, a coragem eu saberia se tivesse conseguido chegar mais longe.

Agora se quiser ver os mais diversos tons de azul e verde no mar, basta pegar um barco e ir em direção a Isla de Rosario e se entregar ao mar das 7 cores, no Mar do Caribe, passar o dia nas ilhas dá vontade de não voltar mais para a terra, prepare a máquina porque não existe limite para o número de lindos cenários que aparecem no caminho.

E por fim, os colombianos fazem toda a diferença, gentis, atenciosos e muito educados, fazem da sua estada um capítulo à parte em questão de  hospitalidade, pra completar basta comprar seu chapéu estilo panamá e entrar no clima do caribe.